28.3 C
São Paulo

Os países onde seios são mais perigosos que armas

É Pop!

 

Não é segredo para ninguém a hipocrisia com que nossa sociedade lida com sexo e violência. Enquanto esta é banalizada na mídia e na cultura pop, aquele é – ironicamente – tratado como se fosse a coisa mais perigosa do mundo. Afinal, tudo bem um filme mostrar uma série de assassinatos, porém ai se uma novela passar um beijo gay… Para ressaltar o duplo padrão dissimulado, a pesquisadora Shreena Patel, gerente do site Clinic Compare, teve uma ideia genial.

A britânica resolveu cruzar os dados relativos à liberdade da mulher em exibir seus seios em um espaço público e à possibilidade de possuir armas de fogo. O resultado foi claro: muitos lugares – inclusive o Brasil – criminalizam mais o peito feminino do que revólveres. No total, 17 países possuem penalidades severas às moças que fazem topless, que dão desde multa até prisão e chicotadas, em países do Oriente Médio.

Em países como Brasil, México, Islândia e Irlanda, mostrar o seio é crime grave o suficiente para te mandar à prisão (Reprodução/Clinic Compare).

Em entrevista ao site Mic, Shreena conta que ficou intrigada com a negatividade que o movimento Free The Nipple (Liberte o Mamilo, em tradução livre) tem sido recebido na internet. “Parece que fazer topless é mais ofensivo do que questões que causam risco de vida”, explica.

Vários países aplicam penalidades severas para mulheres que expõem seus seios na tentativa de mantê-las castas e nossas mentes, não-corrompida. Enquanto seios estão proibidos de serem vistos em público, é aceitável carregar uma arma que pode matar.

Embora seios não matem e armas sim, as crianças são bombardeadas por violência em filmes e séries enquanto o corpo feminino permanece sob intensa censura. De acordo com um estudo da Associação Americana de Psiquiatria, um jovem norte-americano vê mais de 200 mil atos de violência e 16 mil assassinatos na TV até completar 18 anos.

Por outro lado, qualquer vestígio de seio é rapidamente rejeitado. O pôster abaixo do filme “Sin City”, estrelando a atriz Eva Green, foi proibido de ser exibido nos EUA. A razão não teve nada a ver com o revólver que a moça segurava. A Associação Americana de Filmes barrou a imagem alegando nudez por “mostrar a curva inferior dos seios e deixar visível o círculo do mamilo por baixo do fino robe”. Eis outro caso em que seios são mais perigosos do que armas.

O polêmico pôster censurado por “nudez” (Divulgação).

últimas do POP

Inspiração - Conheça o astro do futebol que comprou um time para filhos de imigrantes  

esporte

18/11/2015 Astro do Manchester City compra time de futebol para imigrantes

kp-David-Beckham-é-o-homem-mais-sexy-do-mundo  

18/11/2015 David Beckham é o homem mais sexy do mundo

cidadania-veja-nova-capa-do-charlie-Hebdo-em-resposta-aos-atentados-em-paris  

18/11/2015 Charlie Hebdo estampa charge sobre atentados em nova capa

Passo a passo: Faça uma massagem facial antiflacidez  

18/11/2015 Passo a passo: Faça uma massagem facial antiflacidez

Cinema e Séries - Confira o trailer de "Deuses do Egito"  

18/11/2015 Nikolaj Coster-Waldau encarna Hórus no longa “Deuses do Egito”

comente
Ler a próxima matéria

Astro do Manchester City compra time de futebol para imigrantes

- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias