16.7 C
São Paulo

Lenda do basquete Magic Johnson investe em metaverso de NFTs

É Pop!

A lenda do basquete e ex-jogador do Los Angeles Lakers, Magic Johnson, está investindo em um metaverso de NFTs esportivos. O jogador adquiriu uma franquia de basquete e futebol americano na liga de e-sports SimWin Sports. O nome e identidade de marca serão revelados em breve. 

Na liga, os usuários podem adquirir e negociar jogadores virtuais em forma de tokens não fungíveis, os NFTs, além de competir com jogadores do mundo inteiro em campeonatos online. As partidas são decididas por uma inteligência artificial, que analisa a força de cada time. Jogadores ainda podem ganhar dinheiro na plataforma. 

Os NFTs, os jogadores virtuais, se desenvolvem ao longo do jogo, podendo ser treinados para melhorar suas performances. Recursos como esse são usados para tornar o multiverso esportivo ainda mais imersivo. 

Os donos dos times virtuais são atletas famosos, celebridades e investidores. Além de Magic Johnson, a SimWin Sports conta com nomes como Jerry Rice, Tracy McGrady, LaMelo Ball e até o ex-Backstreet Boy Nick Carter.  

No anúncio que o jogador fez no seu Twitter, ele afirmou que “este negócio de bilhões de dólares está prestes a decolar e o modelo de SwimWin é uma jeito excelente para os fãs de esportes se envolverem.” 

O fundador e CEO da SimWin Sports, David J. Ortiz, ressaltou a representatividade do jogador e empresário. “A sua transformação de uma das carreiras mais impactantes na história do esporte, para um líder de negócios ainda mais bem sucedido, inspirou gerações de empreendedores de minorias como eu. Nós da SwinWin nos esforçamos para seguir seus passos enquanto construímos este metaverso esportivo incrivelmente inovador”, explicou Ortiz. 

Coleção de NFTs de Magic Johnson

Mas este não é o primeiro investimento do jogador no universo da Web3. No início deste ano, ele lançou uma coleção de NFTs com a NBA Top Shot, a The Anthology: Magic Johnson. A coleção homenageia cinco momentos icônicos da carreira de 13 anos de Johnson. Foram lançados 1.600 pacotes de tokens por $399 cada. 

A NBA Top Shot foi criada pela National Basketball Association e pela Dapper Labs. Na plataforma, fãs da NBA podem negociar momentos memoráveis da liga em forma de NFTs. 

NFTs esportivos durante o inverno cripto

O mercado das criptomoedas, dos NFT Games, e dos NFTs passa por um momento difícil. Bitcoin, um dos ativos mais importantes do mercado cripto, fechou o mês de junho com uma queda de 37%, registrando o seu pior trimestre desde que a rede começou a funcionar em janeiro de 2009. 

Na quinta-feira (dia 14), a OpenSea, uma das maiores plataformas de negociação de criptomoedas, anunciou uma demissão em massa de 20% do seu quadro de funcionários. Devin Finzer, CEO e cofundador da empresa, explicou que a decisão veio em uma quadro inédito: a combinação do inverno cripto com uma intensa instabilidade econômica. Ele ainda explicou que a demissão é uma forma da empresa se preparar para um período de desaceleração prolongada. 

Porém, mesmo com esta desaceleração, atletas e clubes continuam investindo no universo da Web3. Qual a explicação para isso? No mês passado, o criador da NBA Top Shot, Roham Gharegozlou, participou de um evento sobre tecnologia em Toronto, no Canadá, e defendeu o setor. “Jogos, entretenimento, qualquer coisa que acrescente valor real a pessoas reais, é, na minha opinião, completamente a prova de recessões”, afirmou Roham.

- Advertisement -spot_img

Leia também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias