15.1 C
São Paulo

Thriller “A Bruxa” promete emplacar como clássico do gênero

É Pop!

Estreia amanhã (03) o novo filme de terror que promete tirar o sono de muita gente. O thriller “A Bruxa”, que teve sua première no Festival de Sundance em janeiro do ano passado, foi aclamado pela crítica e mais: agradou até mesmo uma instituição norte-americana chamada “O Templo Satânico”, que elogiou a produção do filme e definiu o longa como uma “experiência satânica transformadora”. Confira abaixo o trailer e entenda a declaração do grupo.

Ao contrário do imaginado, O Templo Satânico não é uma instituição religiosa, ou seja, não acredita no Diabo como uma entidade sobrenatural. A organização segue uma filosofia ateísta, e vê Satã como um símbolo de contestação, liberdade e conhecimento. Segundo Jex Blackmore, porta-voz do grupo, a narrativa do longa é “empoderadora” e “uma declaração de independência feminina.” O Templo, em comunicado oficial, disse estar “confiante de que o filme representará uma chamada para uma nova revolta satânica contra os vestígios tirânicos de superstições fanáticas”.

Um dos pôsteres oficiais é estampado pela cabra da família, que passa a exibir um comportamento anormal (Divulgação/Universal Pictures).

Um dos pôsteres oficiais é estampado pela cabra da família, que passa a exibir um comportamento anormal (Divulgação/Universal Pictures).

O enredo, que ocorre nos Estados Unidos do século XVII, é protagonizado por Anya Taylor-Joy, estreante que viverá a adolescente Thomasin, e rendeu a Robert Eggers o prêmio de Melhor Direção no Festival de Sundance de 2015. Além de Taylor-Joy, ainda estrelam o filme Ralph Ineson e Kate Dickie, que interpretam Dagmer Cleftjaw e Lysa Arryn, respectivamente, na série “Game Of Thrones”. A première foi um sucesso: “A Bruxa” chegou a ser comparado a clássicos do terror, como “O Exorcista”, “O Iluminado” e “A Bruxa de Blair”, o que nos deixa com uma curiosidade ainda maior.

Tags

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias