Sony garante que 2023 será ano ‘muito importante’

Uma das principais companhias da indústria de games, a Sony, projeta ampliar o alcance do console PlayStation 5. Na visão da companhia, a temporada de 2023 será de extrema importância para a projeção do PS5. É o que garante o vice-presidente sênior de experiência de plataforma, Hideaki Nishino.

Em entrevista à revista japonesa Famitsu, o jornalista recordou o console anterior da empresa, que recebeu o PlayStation 4 Pro, e indagou acerca da pretensão da empresa em fazer algo semelhante ao PS5, que oficialmente iniciou seu terceiro ano.

“Acreditamos que as vendas totais vão ultrapassar 37 milhões de unidades até o fim do ano fiscal de 2022, e isso também será um momento importante para a plataforma”, inicia o executivo. “Não posso ser muito específico por enquanto, mas espero que vocês aguardem ansiosos pelo próximo ano”, finaliza.

Gigante dos Videogames finalmente vai entrar no universo das NFTs

Uma das maiores desenvolvedoras de games e produtos de tecnologia no geral, a Sony, está prestes a entrar no universo dos Tokens Não Fungíveis (NFT). Isso porque uma nova patente publicada em 10 de novembro pela empresa japonesa sugere que a marca já iniciou testes com tecnologias baseadas em NFT e redes blockchain, com um sistema de “Rastreamento de ativos digitais exclusivos no jogo usando tokens em um registro distribuído”, que pode indicar a busca por alternativas envolvendo colecionáveis de videogames.

O documento foi analisado e levado a público pelo tabloide ‘PlayStation LifeStyle‘, que trouxe a informação que a Sony utilizará ativos de jogos como itens ou personagens, com identificadores exclusivos para seus devidos conteúdos.

Já em declaração oficial da empresa, a Sony afirmou que esses itens serão simbolizados por videoclipes ou imagens de “momentos de gameplay”, que estariam sendo convertidos em tokens com propriedades de metadados. Ou seja, os clipes e imagens feitas por jogadores, ou até publicadas por desenvolvedoras, deverão ser transformadas em ativos.

Caso tal patente de fato se oficialize, esse seria um movimento inédito da Sony, que é uma das empresas de tecnologias mais bem sucedidas do mundo. No entanto, especificamente se tratando de NFTs, não seria a primeira vez que a empresa estaria envolvida com o assunto.

Recentemente, dados vazados da empresa apontaram supostas pesquisas da marca sobre o interesse do público na tecnologia. Além disso, o serviço de fidelidade da Sony teve uma ampla repercussão após suas recompensas estarem vinculadas ao mercado digital, o que significa que a comunidade está 100% pronta para a chegada de tokens colecionáveis no universo Sony.

Oficialmente, até o momento a Sony não fala oficialmente sobre NFTs, e fica à espera para que em 2023 tais patentes que podem não ter quaisquer significados práticos ou concretos, saiam do papel como um grande projeto.

Mundo Gamer e as NFTs

Junto do boom dos NFTs que veio a chegar ainda em 2021, se popularizou tanto quanto os Jogos NFT/Blockchain, que mistura elementos de diversos games com a tecnologia web3, tendo como foco também o lucro cripto.

Apesar disso, os Games Blockchain foram bem consolidados como uma espécie diferente de jogo dos convencionais videogames.

No entanto, em 2022, com a chegada do Inverno Cripto e a queda do mercado de Criptomoedas, cada dia mais os Jogos NFT passaram a focar de fato no gameplay, se aproximando mais dos convencionais games. A partir daí, empresas de videogame começaram a olhar com bons olhos a inserção de tal tecnologia no âmbito.

Atualmente, uma das grandes desenvolvedoras de Videogames a adotar de vez a tecnologia NFT é a Epic. Responsável pela criação do fenômeno Fortnite, a empresa norte-americana já conta com uma lista de jogos NFT em seu catálogo, inclusive com produções próprias.

A expectativa do mercado é que até o fim de 2023 diversas empresas irão aderir ao movimento web3, das mais diversas formas.

PS5 pode aparecer em carros elétricos da Sony e Honda

A Sony e a Honda anunciaram a formação de uma parceira essencial referente à Sony Honda Mobility no começo deste ano. Representantes das duas empresas detalharam, em entrevista recente, sobre o que isso pode representar, mencionando a chance de incorporar o PS5 em um carro.

As empresas pensam em investir na criação de conteúdo e entretenimento tendo como público-alvo os carros, que caminham no formato autônomo. O intuito é colocar um videogame da marca PlayStation.

“A Sony tem tecnologias de conteúdo, serviços e entretenimento que movem as pessoas. Nós estamos adaptando essas vantagens para a mobilidade, e essa é nossa força contra a Tesla”, explicou Izumi Kawanishi, presidente dos negócios de mobilidade na Sony. “Para aproveitar o espaço no seu carro você tem que torná-lo um espaço onde você não precisa dirigir. A solução para isso é a direção autônoma”, acrescentou.

Acompanhado por Yasuhide Mizuno, que representou a Honda, o executivo explicou que seria “tecnologicamente possível” acrescentar um PS5 aos carros. “Nós vamos criar um carro como hardware que vai atender ao entretenimento e serviços de rede que gostaríamos de oferecer”, destacou.

Sony aumenta preço do Play 5 em locais externos aos EUA

A Sony oficializou, na última quinta-feira (25), um amento no preço do PlayStation 5 (PS5) em ambientes mercadológicos como na Europa e no Japão. Uma das causas são pressões econômicas, com a inclusão do aumento das taxas de juros.

De acordo com a companhia, está acontecendo o aumento do preço da versão do console por meio do drive de disco para 549,99 euros. Anteriormente, o valor equivalia a 499,99 euros na Europa. O Japão, por exemplo, também apresentou uma elevação semelhante no Japão.

“Estamos vendo altas taxas de inflação global, assim como tendências cambiais adversas, impactando os consumidores e criando pressão em muitos setores”, relatou o presidente-executivo da Sony Interactive Entertainment (SIE), Jim Ryan, em entrevista à CNN Business.

Acima de tudo, sequer acontecerá ampliação de preços nos Estados Unidos. No entanto, existe uma batalha com o Xbox, da Microsoft, que cresce de forma agressiva o serviço de assinatura de jogos.

Cerca de 18 milhões de unidades do console no atual ano fiscal é a expectativa de vendas da Sony, após comercializar 11,5 milhões de unidades no ano encerrado em março.