20.1 C
São Paulo

Time de eSports brasileiro é patrocinado por empresa de criptomoedas

É Pop!

Ao lado de League Of Legends como o game que mais movimenta fãs de E-Sports ao redor do planeta, o Counter Strike, enfim se atrelou ao mundo das Criptomoedas. Isso porque, a MIBR, um dos maiores times do Brasil e do mundo na categoria, é o novo parceiro da ByBit, empresa corretora de criptoativos.

O acordo entre a organização de E-Sports e a empresa de criptomoedas, irá durar por 3 anos. A parceria foi comemorada pela CEO da MIBR, Roberta Coelho.

“Estou feliz de ter a Bybit como parceira pelos próximos 36 meses! Juntas iremos colocar o MIBR na Web 3.0, entendendo melhor os interesses dos nossos fãs no universo de ativos digitais e entregando experiências grandiosas. Assim como menciona o slogan da Bybit, levaremos o MIBR to the next level”, afirmou Roberta.

A MIBR não é a única organização esportiva, digital ou não, a ser patrocinada pela ByBit. A corretora sediada em Dubai também figura em nomes como a Navi, Borussia Dortmund e Red Bull.

A ByBit também comemorou a primeira parceria no Brasil e exaltou as experiências que chegarão ao nosso país.

“Estamos ansiosos pela parceria com o MIBR que será o primeiro patrocínio da Bybit Brasil. Nós compartilhamos do espírito esportivo e do desejo de ser o melhor dentro de um jogo. Estando no segmento financeiro e de inovação ou no ambiente competitivo de esports, para ser um bom jogador é necessário um intenso trabalho para aprimorar o seu desempenho e construir boas estratégias. Como plataforma de ativos digitais, a Bybit mantém investimentos altos para oferecer uma experiência segura e confiável aos nossos usuários”, disse a corretora em comunicado.

Empresa de criptomoedas irá promover torneio com eSports

Além da parceria que irá gerar grande exposição para ambas as marcas, tanto quanto para a MIBR quanto para a ByBit, a corretora permitirá assim com que a equipe eSports participe de um torneio de investimentos junto a outros patrocinados.

A expectativa é de quebra de recorde de participantes na edição de 2022. No ano passado, 20.000 pessoas participaram do torneio.

O campeonato que já teve suas inscrições encerrados no fim de maio, será disputado entre 27 de junho e 17 de julho.

Prêmio milionário e NFT está em jogo

A disputa do World Series of Trading (WSOT) 2022, obviamente trará um prêmio em dinheiro. E nada mais do que 8 milhões de dólares estarão em jogo.

Os traders e os pro-players que ao fim da competição conseguirem o maior índice de lucro e perda, irão desembolsar o grande prêmio.

Além do dinheiro, será disponibilizado não só ao ganhador, mas a todos os participantes tokens não fungíveis exclusivos, os NFTs.

Criptomoedas beneficiarão causa humanitária

Além de gerar lucro para empresa e para os participantes, parte do dinheiro arrecadado na competição será destinado a ações de inclusão digital da UNICEF, que atualmente tem o foco de trazer a educação no âmbito para meninas em todo o leste asiático.

A ByBit era contribuir com 5% do lucro ou 400 mil dólares em Bitcoins. A doação terá como objetivo também incentivar a prática da inserção dessa tecnologia inovadora em ambientes excluídos.

 

- Advertisement -spot_img

Leia também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias