16.7 C
São Paulo

Medidas contra o zika são indicadas pelo Rio-2016 para atletas e turistas

É Pop!

Como forma de prevenção às doenças causadas pelo zika vírus, o chefe médico do Comitê Organizador Rio-2016, João Gangeiro, vai recomendar que os atletas que vierem participar das Olimpíadas mantenham as janelas de seus quartos fechados para que o zika não atrapalhe a realização dos jogos. Segundo ele, os repelentes também devem ser utilizados pelos atletas, assim podem se proteger de picadas do mosquito aedes aegyti, o transmissor do zica e da dengue.

Em entrevista coletiva concedida ele afirmou: “Algumas medidas preventivas vêm sendo recomendadas aos comitês olímpicos nacionais. Com relação a manter as janelas fechadas, é importante dizer que os apartamentos dos atletas terão ar condicionado. Portanto, pode ser uma dessas ações”. Outra expectativa apontada por Gramgeiro é que, em agosto, mês que acontecem os Jogos o clima é mais seco e frio, colaborando para a queda do número de mosquitos e amenizando o problema.

Na última segunda-feira, a Organização Mundial de Saúde declarou o zika como uma emergência de saúde mundial, já está presente em 24 países da América Latina. Os sintomas são a dor de cabeça, febre baixa, dores leves nas articulações e em grávidas pode causar a microcefalia nos bebês, porém não há recomendações para que grávidas deixem de visitar o Rio de Janeiro.

Daniel Soranz, secretário municipal de Saúde do Rio, afirmou em entrevista que espera que os casos da doença caiam na época dos Jogos e que apesar da Barra, região em que será realizado grande parte das competições, não é uma região de grande incidência do mosquito Aedes outras atitudes devem ser tomadas. Como a distribuição para atletas e turistas de materiais explicativos com recomendações sobre o zika. As informações serão reproduzidas em quarto línguas e vão sugerir que se protejam com repelente, usem roupas com mangas longas, entre outras.

 

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias