Usuários relatam ausência de frete grátis no ‘Dia D’ da Shopee

A promoção realizada na última segunda-feira (08) pela Shopee provocou uma série de insatisfação pelos usuários do aplicativo. Chamada de promoção 8.8, grandes descontos haviam sido prometidos em produtos. Contudo, alguns clientes demonstraram decepção com os cupons de desconto.

Visando a promoção, a empresa reduziu o preço mínimo dos cupons de frete grátis para compras superiores a R$ 19. Por meio do Twitter, clientes reclamaram do benefício, visto que projetavam um limite de compra menor para conquistar a entrega sem custos.

https://twitter.com/bethinhadb_/status/1556483054918684672?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1556483054918684672%7Ctwgr%5E9d2de721dd4ab065c7d876e760c3dda3aaf1695d%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.tecmundo.com.br%2Fmercado%2F242934-shopee-usuarios-reclamam-falta-frete-gratis-8-8.htm

https://twitter.com/sabrinnamikaely/status/1556477832632700928?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1556477832632700928%7Ctwgr%5E9d2de721dd4ab065c7d876e760c3dda3aaf1695d%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.tecmundo.com.br%2Fmercado%2F242934-shopee-usuarios-reclamam-falta-frete-gratis-8-8.htm

https://twitter.com/thaybarbergirl/status/1556481784862445570?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1556481784862445570%7Ctwgr%5E9d2de721dd4ab065c7d876e760c3dda3aaf1695d%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.tecmundo.com.br%2Fmercado%2F242934-shopee-usuarios-reclamam-falta-frete-gratis-8-8.htm

A Shoppe ofertou, além dos cupons de frete grátis específicos, outros benefícios no decorrer do 8.8. O e-commerce distribuiu cupons de desconto em compras com o frete zerado em algumas compras acima de R$ 10, mas as ofertas apresentar limitações.

Ainda segundo a Shoppe, as promoções do 8.8 incluíram a propagação de R$ 5 milhões em cupons de desconto para os usuários. Atualmente, a empresa responde pelo título de maior app de e-commerce do país, de acordo com a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box.

Uber revela ação para blindar vazamento de dados de milhões de usuários

A Uber acordou, na última sexta-feira (22), um vínculo com promotores dos Estados Unidos. Por consequência, a proposta é evitar acusações criminais acerca de um vazamento de dados de 2016. Cerca de 57 milhões de passageiros e motoristas tiveram os dados expostos há seis anos.

Nesse sentido, a empresa concordou com a missão de encobrir a violação de dados, divulgada oficialmente em 2017 pela companhia. Em função do acordo, a Uber ressaltou que não informou à Comissão Federal de Comércio (FTC) dos EUA sobre a invasão ocorrida em novembro de 2016.

Além disso, a empresa escolheu cooperar com a acusação do ex-diretor de segurança Joe Sullivan, demitido da empresa após a ocorrência cibernética ser revelada. Conforme a agência Reuters,  Hinds indicou o acordo feito entre Uber e a FTC de 2018 para permanecer com um programa de privacidade abrangente por 20 anos.

Sullivan teria desembolados cerca de US$ 100 mil aos invasores em bitcoin para que atendessem ao silêncio, assinando, posteriormente, um acordo de confidencialidade sobre o roubo de dados. Ainda há quatro anos, a Uber pagou multas correspondentes a US$ 148 milhões aos 50 estados dos Estados Unidos.

Instagram gera bug e reproduz Stories diversas vezes

O Instagram apresentou, na última quarta-feira (15), um bug na função Stories. Na tarde de ontem, os usuários da rede social relataram que o problema havia iniciado, a partir do momento que repetiu por diversas vezes a ferramenta já vista. No instante de visualização dos novos posts, os usuários necessitavam pular os Stories visualizados anteriormente.

A falha é global, visto que também ocasionaram reclamações em outras línguas no Twitter, com inserção de inglês e espanhol. Por meio de nota oficial, o Instagram garantiu ao The Verge que já está atuando na correção do bug.

“Estamos cientes de que algumas pessoas estão tendo problemas para acessar os Stories do Instagram. Estamos trabalhando para que tudo volte ao normal o mais rápido possível e pedimos desculpas por qualquer inconveniente”, cita a nota.

O Instagram não ofereceu uma estimativa de quando o bug deveria ser corrigido. De acordo com o Downdetector, o pico de reclamações acerca dos Stories do Instagram ocorreu por volta das 14h de ontem. Já o problema começou cerca de 7h. Em função das diversas reclamações dos usuários, o assunto formou trend no Twitter:

Uma atualização com “correções de bugs e melhorias de performance” foi lançada na tarde desta quarta para o seu aplicativo no Android e iOS. Conforme relatos de usuários, o problema de funcionamento nos Stories foi corrigido após o update.

Shopee põe fim ao frete grátis sem valor mínimo; veja repercussão na web

Uma das principais plataformas de comércio eletrônico, a Shopee implantou, no início de junho deste ano, uma nova política de benefícios para os usuários. Entre os serviços, o frete grátis sem valor mínimo e bons descontos restrito em compras pelo aplicativo estão em processo de eliminação.

Em maio de 2022, a empresa realizou outras intervenções, como o aumento do valor mínimo, que saiu de R$ 20,00 para R$ 29,00. A alteração aconteceu em favor da oferta de frete grátis ao cliente em produtos com selo promocional.

Para o setor das compras sem o selo de promoção, o custo também tinha ganhado mais 9 reais, porém de R$ 50,00 para R$ 59,00. Pelo site, atualmente, o cliente pode acessar a descontos diários.

Todavia, promoções, como a presença do frete grátis em compras de no máximo R$ 20 e os cupons de desconto de metade do valor para produtos de até R$ 10, continuam em oferta apenas em transações pelo app, e para novos usuários.

Por meio do Twitter, vários clientes demonstraram insatisfação, sobretudo com o desfecho do frete grátis de valor ilimitado.

Alguns deles ressaltaram o começo das operações da Shopee no Brasil, em 2019, quando mais de 70% em centenas de produtos era oferecido como descontos, além do frete grátis para qualquer valor.

https://twitter.com/nahrivelli/status/1532841811932286976?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1532841811932286976%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.tecmundo.com.br%2Fmercado%2F240024-shopee-usuarios-reclamam-fim-frete-gratis-valor-minimo.htm

Para além dos compradores, a Shopee ainda anunciou, há uns meses, que os lojistas também teriam dois níveis de comissão.

Um padrão de 12% e outro de 12% mais 6% para quem optar por participar do Programa de Frete Grátis Extra. A medida passou a valer a partir do último dia 1° de junho.

Já o e-commerce ampliou de R$ 3 para R$ 5 o valor da comissão por cada objeto comercializado por vendedores por meio do Cadastro de Pessoa Física (CPF).

Facebook anula ferramentas de rastreio de localização dos usuários

O Facebook tornou inativo quatro recursos que utilizavam a localização em tempo real de seus usuários a partir desta terça-feira (31). Por causa da atualização, a rede social exclui os serviços para encontrar amigos nas proximidades, alertas de clima, além de histórico de localização e localização em segundo plano.

Aqueles que faziam uso desse tipo de ferramenta foi notificado sobre a mudança nos últimos dias. Segundo a Meta, dona da rede social, os usuários ainda podem acessar e baixar o histórico de localização com limite até 1° de agosto de 2022.

Posteriormente à esse prazo, as informações compartilhadas vão ser omitidas de vez pelo Facebook e sequer estarão mais visíveis.

Em síntese, para acessas esses dados, é necessário comparecer ao menu de configurações da rede social, selecionar a aba “Suas informações no Facebook” e, em seguida, “Acesse suas informações”.

Segundo a empresa, o mapeamento da localização de seus usuários vão continuar em evidência por meio da geolocalização, pois “ajuda a manter contas seguras, proporcionar uma experiência mais personalizada e mostrar anúncios mais relevantes”.

A ferramenta Marketplace, por exemplo, exibe anúncios de vendedores que estão situados perto do usuário. As pessoas que não detectam vantagem em compartilhar onde estão localizadas podem desativar a função nos sistemas operacionais iOS e Android.