14.4 C
São Paulo

Google divulga escala de 10 tons de pele para análise de IA

É Pop!

Na última quarta-feira (11), o Google, pertencente ao Alphabet Inc, lançou uma paleta de 10 tons de pele que evidenciou um avanço na formação de “gadgets“, que significam dispositivos eletrônicos portáteis, e aplicativos que acolhem especificamente às pessoas negras.

Segundo a empresa, a sua nova escala “Monk Skin Tone Scale” (escala de tom de pele Monk) troca o padrão falho de seis cores denominado por “Fitzpatrick Skin Type”.

Este se tornou popular na indústria tecnológica com a missão de avaliar se os sensores de frequência cardíaca do smartwatch, assim como sistemas de inteligência artificial – com a inclusão do reconhecimento facial -, mostram preconceito de cor.

Alguns pesquisadores de tecnologia entenderam a Fitzpatrick como uma sub-representação de pessoas com pele mais escura. Recentemente, em 2021, a Reuters informou que o Google já estava em desenvolvimento de uma alternativa.

Nesse sentido, a empresa compactou um acordo com o sociólogo da Universidade de Harvard Ellis Monk, especialista em colorismo. Ele mostrou incômodo pelo fato de que as câmeras não detectaram seu rosto e sequer conseguiam refletir seu tom de pele.

Monk garantiu que Fitzpatrick é suficiente para classificar diferenças entre peles mais claras. Todavia, ele desejava uma escala que realizasse um trabalho de escala mais produtiva para a maior parcela mundial.

Confira a paleta:

- Advertisement -spot_img

Leia também

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias