14.5 C
São Paulo

Irmãos inventam luminária que funciona à base de água

É Pop!

Os irmãos filipinos Raphael e Aisa Mijeno dão orgulho não apenas aos pais como também ao país inteiro, especialmente aos vilarejos rurais onde mal há energia elétrica. A dupla inventou uma luminária que funciona sem precisar ser ligada na tomada: um copo d’água e duas colheres de chá de sal servem de eletrólito e são suficientes para que o objeto ilumine o cômodo durante oito horas. O projeto já recebeu diversos prêmios voltados a iniciativas sustentáveis no continente asiático.

A ideia partiu de Aisa, enquanto trabalhava na organização não-governamental Greenpeace. Ela percebeu que, além das questões ambientais, os habitantes do país sofrem com o difícil acesso a um bem essencial à qualidade de vida: a energia elétrica. “Existem mais de 7 mil ilhas nas Filipinas e muitas delas não possuem eletricidade. Nós queremos eliminar o custo em áreas que dependem de velas ou luminárias movidas a bateria ou querosene como fonte principal de iluminação”, explicam os irmãos, no site oficial da empresa SALt (Iluminação Sustentável Alternativa, em tradução livre).

A vida útil da luminária é de seis meses, contando um uso diário de oito horas.

Segundo eles, a aquisição do querosene pode ser muito trabalhosa em partes do país, onde as pessoas precisam andar durante 12 horas para conseguir combustível suficiente para iluminar as casas durante apenas dois dias. “Não há materiais ou componentes dentro da luminária que possam causar incêndio. Uma coisa a menos para as famílias que usam o querosene como fonte principal na iluminação se preocuparem”, garantem.

A vida útil da luminária é de seis meses, contando um uso diário de oito horas.

Segundo uma pesquisa conduzida pela Organização das Nações Unidas (ONU), as Filipinas são o terceiro país mais propenso a sofrer desastres naturais no mundo, como ciclones e terremotos. “Nessas situações, estoques de comida, água potável e fonte de energia autossuficiente são essenciais”, lembram. Os idealizadores também ressaltam que as luminárias são ecológicas, uma vez que não emitem gases nocivos à atmosfera.

Com a energia gerada pela luminária, é possível até recarregar o celular.

Os planos para o futuro são ambiciosos. Em entrevista ao site Upworthy, os irmãos contam que o financiamento que a SALt tem recebido de companhias de toda a Ásia estão ajudando na esperança de desenvolver geradores de energia à base de água salgada, que possam abastecer uma casa inteira. “Nós esperamos ter o protótipo final pronto até o fim do ano”, projeta Raphael.

Imagens: Reprodução/Facebook

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias