20.3 C
São Paulo

Homem planta milhares de flores para esposa com deficiência visual

É Pop!

Mais belo do que um campo enorme coberto de flores, só o significado que essa paisagem representa. Cada flor de shibazakura cor-de-rosa foi plantada pelo Sr. Kuroki ao longo de dois anos, como tentativa de reanimar a esposa que adquiriu deficiência visual e não tinha mais vontade de sorrir. Hoje, o belo jardim atrai visitantes de todos os cantos, que passam pela região de Shintomi, ao sul do Japão, e não perdem a oportunidade de conhecer uma verdadeira história de amor.

O Sr. Kuroki preparou o terreno ao longo de dois anos para transformá-lo em um enorme jardim (Divulgação/Yoshiyuki Matsumoto).

Tudo começou quando a Sra. Kuroki, aos 52 anos, perdeu a visão de maneira inesperada e repentina por conta da diabetes. Sentindo que sua vida havia acabado, ela se afastou do mundo ao redor e passou a viver em isolamento na própria casa. Então seu marido, que sofria ao ver a expressão triste da companheira, teve uma ideia ao pensar que a beleza das flores pode ser experimentada não apenas pela visão, mas também pelo cheiro: dedicou dois anos preparando o terreno para o jardim que se transformou em um mar cor-de-rosa, preenchido com milhares de flores de Shibazakura.

O homem tinha a intenção de trazer de volta a alegria da esposa, que perdeu a visão por conta da diabetes (Divulgação/Yoshiyuki Matsumoto).

Com a prova de amor, o Sr. Kuroki tinha a intenção de devolver a alegria da esposa e atrair visitantes, que aos poucos fariam com que ela saísse de seu isolamento – e foi o que aconteceu. Hoje, dez anos após a plantação das primeiras sementes, turistas de diversas regiões têm o jardim como destino, na esperança de encontrar o sorridente casal que às vezes é visto andando pela propriedade.

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias