14.5 C
São Paulo

Netflix difunde cobrança extra por compartilhamento de senha em países sul-americanos

É Pop!

Na última segunda-feira (18), a Netflix anunciou que irá cobrar um valor de acréscimo aos usuários que compartilharem as suas senhas ou realizar acessos em suas contas em mais de uma residência. O caso está restrito, a princípio, a mais cinco países latino-americanos.

A empresa, em março deste ano, oficializou o recurso de pagamento por senha compartilhada no Chile, na Costa Rica e no Peru. O adicional será de US$ 1,70 a US$ 2,99 nos seguintes países: Argentina, El Salvador, Guatemala, Honduras e República Dominicana.

Em função da mudança, o serviço vai poder ser aplicado em uma a três casas diferentes a depender da categoria de assinatura. De acordo com a Netflix, o acesso no decorrer de viagens, via tablet, notebook ou celular vai continuar permitido.

A provedora global de filmes e séries de televisão via streaming, com sede em Los Gatos, na Califórnia, destacou que tem explorado minuciosamente “diferentes maneiras para que as pessoas que querem compartilhar suas contas paguem um pouco mais”, aponta.

Conforme a companhia de análise do mercado de mídia digital Similarweb, a Netflix teve quase 25% de seu tráfego de streaming reduzido para outras plataformas de conteúdo entre 2019 e 2022. A curva de cancelamento permaneceu em alta desde que a queda de clientes aconteceu pela primeira vez em uma década.

- Advertisement -spot_img

Leia também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias