16.7 C
São Paulo

O que existe em Simon Cowell além da personificação de Grumpy Cat?

É Pop!

Hoje é um dia bonito, um dia de felicidade, um dia de alegria no mundo todo pois o Rei dos Realities, Simon Cowell está fazendo aniversário!

Simon, que nos nossos corações sempre será um juiz de “American Idol“, está completando 55 anos hoje (07). E como nós adoramos reality, nada mais justo do que lembrarmos desta data aqui!

O Simon que nós não vemos na TV

Todos sabem que Cowell quando quer pode ser mais do que detestável, porém resolvemos procurar e ver se existe algo a mais debaixo dessa carranca inglesa.

Ele nasceu com o bumbum virado pra Lua, pois veio de uma família importante. Sua mãe, além de ser uma ex-dançarina de balé, também é socialite, e seu pai trabalhava no ramo imobiliário e era um dos poderosos da indústria musical britânica. Simon tem um irmão e quatro meios-irmãos. Por mais que seu pai fosse uma figura importante na EMI, o início de sua carreira no meio da música foi simples, com seu primeiro trabalho sendo de entregador de correspondência.

Ano passado Simon foi pego no meio de um escândalo familiar, quando foi tido como pivô do divórcio de seu amigo Andrew Silverman. Pois é, Cowell não só foi amante de Lauren (a então esposa de Silverman) como a engravidou. Em 14 de fevereiro deste ano Lauren deu à luz o primeiro filho de Simon, Eric.

Simon e seus projetos filantrópicos

Como temos visto na atual edição de “The X Factor“, ele tem sim um coração e é engajado em projetos sociais. O empresário produziu o single “Everybody Hurts”, que contou com a participação de grandes nomes como sua parceira no reality Cheryl “ex-Cole”, Bon Jovi, James Blunt, James Morrison, Kylie Minogue, Leona Lewis, Mariah Carey, Michael Bublé, Mika, Miley Cyrus, Robbie Williams, Rod Stewart, Susan Boyle e as eternas boybands Take That e Westlife. Todos o dinheiro arrecadado com a venda da música foi revertido para ajudar as vítimas do terremoto que atingiu o Haiti em 2010.

A personificação de Grumpy Cat também apoia The Association of Children’s Hospices, e além de visitar as crianças beneficiadas pela associação, sempre as convida para o backstage de “The X Factor”. Simon também apoia o PETA e já fez um vídeo para a organização falando sobre os perigos de deixar animais trancados dentro de carros durante o verão.

Mais recentemente houve um incidente nas Bahamas, onde “The X Factor” estava filmando uma das etapas. A produção do reality filmou golfinhos com os competidores, e após diversas críticas sobre o uso de animais como entretenimento, Cowell se pronunciou através de sua conta no Twitter.

“Sobre os seus tweets. Eu não tinha ideia que os produtores do ‘X Factor’ filmaram com golfinhos. Isso NÃO será mostrado no Sábado”

“Eu quero dizer isso sobre a equipe do ‘X-Factor’”

“Eles são um grupo esforçado de trabalhadores que não estavam cientes da crescente preocupação envolvendo golfinhos”

“Eu espero anunciar um projeto em um futuro próximo que trará os problemas dos golfinhos e baleias em cativeiro para as audiências em massa”

Cowell proibiu a exibição do segmento para não estimular outros a procurarem locais que ofereçam experiências à turistas com golfinhos capturados. Ele ainda defendeu sua equipe e prometeu se empenhar mais na causa de baleias e golfinhos que são retirados de seus ambientes naturais e usados como entretenimento para as pessoas.

Caras e caretas, uma das marcas registradas de Cowell (Divulgação)

Simon e os realities

Além de ter estrelado em “Pop Idol”, “American Idol”, “Britain’s Got Talent”, “The X Factor US” e “The X Factor UK”, Simon também produziu todos eles através da sua empresa Syco, que acumula mais de dez projetos, entre eles o “The You Generation”, que é um programa totalmente online.

Somente em “American Idol”, Cowell passou oito anos como jurado, assumindo o papel de vilão mais amado da atração. Ele foi juiz de “The X Factor US” por três anos, e só terminou com o formato americano para voltar apresentar “The X Factor UK” ao lado de Mel B, Cheryl e Lou Lou.

Simon e a música

O núcleo musical de sua empresa, a Syco Music, representa ninguém menos que One Direction, sem contar os talentos de Alex and Sierra, Fifth Harmony, Cher Lloyd, Olly Murs e até mesmo Susan Boyle.

Esses foram somente alguns motivos para Simon Cowell ser nomeado Rei dos Realities para qualquer pessoa que gosta do formato. Sinceramente, ele é o melhor juiz que temos nas nossas TVs (sorry Demi!). Esperamos que Cowell continue com mais reality shows que amamos por muitos anos!

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias