22.1 C
São Paulo

EUA investem na criação de têxteis com tecnologia avançada

É Pop!

 

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos – responsável pela coordenação de todas as agências do governo relativas à segurança nacional e às forças armadas – está liderando um projeto ambicioso, que envolve fabricantes, universidades e ONGs, para acelerar a inovação têxtil do país. Para isso, eles criaram o Advanced Functional Fibers of America Institute, um centro de pesquisa dirigido pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Segundo um comunicado emitido recentemente pela Casa Branca, o objetivo é apoiar a fabricação de novos tipos de fibras têxteis e formar um polo de liderança na área.

Com o Advanced Functional Fibers of America Institute, EUA pretendem criar toda uma nova indústria baseada em materiais supertecnológicos.

O novo instituto terá sede em Cambridge e receberá mais de US $ 250 milhões em investimentos público-privados. Além de mais US $ 75 milhões em recursos federais, durante um período inicial de cinco anos.

“O Advanced Functional Fibers of America Institute reunirá parceiros não tradicionais para integrar fibras e fios com outros tipos de circuitos, como LEDs, células solares e outros dispositivos e materiais de tecnologia avançada. O objetivo é criar têxteis que podem armazenar energia, regular a temperatura, mudar de cor, monitorar a saúde e muito mais”, explica o comunicado.

Yoel Fink, diretor do Laboratório de Eletrônica do MIT, é uma das figuras-chave por trás no projeto. Segundo ele, a parceira entre os diversos setores tem o potencial de criar toda uma nova indústria baseada em materiais avançados. Tal parceria inclui atualmente 72 grupos de produção, 32 universidades, 16 membros da indústria e 26 incubadoras de inicialização baseadas em 27 estados dos Estados Unidos e em Porto Rico.

 

Fotos: Divulgação/MIT

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias