17.1 C
São Paulo

NHL e NHLPA e sua parceria de NFT com Sweet

É Pop!

A NHL, a National Hockey League Players’ Association (NHLPA), a NHL Alumni Association (NHLAA) e a Sweet, uma plataforma de distribuição de NFT, anunciaram uma nova parceria dia 23 de junho, de vários anos, nomeando Sweet como o mercado oficial de colecionáveis ​​digitais de NFT e um parceiro oficial de NFT da NHL, NHLPA e NHLAA.

De acordo com seu lançamento, o mercado NHL operado pela Sweet irá se concentrar em fornecer aos fãs e colecionadores da NHL a oportunidade de comprar, vender, coletar e também trocar peças digitais nunca antes oferecidas na história da NHL.

O mercado mostrará momentos atuais e históricos, bem como elementos icônicos do jogo na forma de tokens não fungíveis (NFTs). No plano, também estão pacotes especiais, experiências de coleção gamificadas, salas de troféus interativas em 3D onde os usuários podem exibir suas coleções, bem como NFTs dinâmicos projetados para mudar com base nos dados atuais da equipe e muito mais.

A plataforma da NHL tem um lançamento planejado no início da temporada 2022-23 da NHL.

A liga tem suas origens no Canadá, com a antiga NHA (National Hockey Association), fundada em 1909, que continha times das províncias de Ontário e Quebec. Devido a divergências internas, quatro times (Montreal Canadiens, Montreal Wanderers, Ottawa Senators e Quebec Bulldogs) saíram da NHA e fundaram uma nova liga, a NHL. 

Em 1918 a liga quase acabou por causa de um incêndio na Montreal Arena, casa de dois de seus times. Dois anos depois o Boston Bruins tornou-se o primeiro time americano na liga. Em 1927 a liga tomou posse de uma taça criada em 1892 no Canadá, a Copa Stanley, que passou a ser disputada exclusivamente por times da NHL.

Durante a Segunda Guerra Mundial, em 1942, a liga foi reduzida para seis times, os chamados originais seis que permaneceram constantes por 25 anos: Montreal Canadiens, Toronto Maple Leafs, Detroit Red Wings, Boston Bruins, New York Rangers e Chicago Black Hawks.

Na década de 1990 houve várias adições: San Jose Sharks (1991), Tampa Bay Lightning e Ottawa Senators (1992), Mighty Ducks of Anaheim e Florida Panthers (1993), Nashville Predators (1998), Atlanta Thrashers (1999), Minnesota Wild e Columbus Blue Jackets (2000). 

Durante a década também ocorreram duas disputas salariais, com uma greve de jogadores em 1992 em torno de mais bônus atrasando em 10 dias a pós-temporada, e um locaute em 1994 que encurtou a temporada 1994-95. Além disso, a disparidade entre as cotações das moedas canadense e americana fez com que dois times canadenses, Quebec Nordiques e Winnipeg Jets, se mudassem para os Estados Unidos, virando respectivamente o Colorado Avalanche e o Arizona Coyotes.

Em 2004, negociações para reduzir os gastos dos times com salários levaram a um locaute que suspendeu a temporada 2004-05 inteira. O fim do locaute também mudou as regras, como por exemplo o fim dos empates.

Em 2012, um novo locaute encurtou a temporada 2012-13, envolvendo a divisão de lucros, tetos salariais para equipes e limite de duração de contratos. Em 2016, a primeira expansão em dezessete anos confirmou a adição de uma franquia em Las Vegas para a temporada 2017–18, o Vegas Golden Knights. Em dezembro de 2018, foi aprovada a criação de uma franquia em Seattle, que começará a jogar na temporada de 2021-22 e pertencerá à Divisão do Pacífico. Para que cada divisão fique com oito integrantes, o Arizona Coyotes passará para a Divisão Central.

- Advertisement -spot_img

Leia também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias