20.1 C
São Paulo

Japão inicia construção da maior usina solar flutuante do mundo

É Pop!

O Japão não deixa o fato de possuir apenas 377 mil km²/h de área (número pouco superior ao do estado de Goiás) atrapalhar os planos de aumentar a produção de energia solar. A mais recente empreitada tem como objetivo aproveitar a grande extensão de água que circundam as 6.852 ilhas que formam o país. A multinacional de eletrônicos Kyocera está por trás da Yakamura, que já é considerada a maior usina solar flutuante do mundo inteiro.

O local escolhido para a obra foi um reservatório na cidade de Chiba, a 40 km da capital Tóquio. De acordo com a empresa, a construção será feita sobre a água simplesmente porque não há espaço suficiente disponível para abrigar usinas tão grandes em terra firme. A Yakamura terá 180 mil m² e contará com aproximadamente 50 mil placas solares, capazes de produzir energia para alimentar 5 mil residências.

Por incrível que pareça, esta não será a primeira estação de energia solar construída em cima da água no país ou mesmo sob responsabilidade da Kyocera. No entanto, o projeto é o mais ambicioso em termos de área e de capacidade de produção. A expectativa é de que a usina comece a funcionar no início de 2018.

Imagens: Divulgação

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias