19.8 C
São Paulo

Manifestantes querem tirar quadros de Renoir de museu

É Pop!

renoir-arte-pintura-manifestação-museu3

 

Um novo movimento, que nasceu a partir de uma conta no Instagram, quer que as pinturas do impressionista francês Pierre-Auguste Renoir sejam retiradas dos museus, por ele ser considerado pelo grupo um artista horrível. Com placas como “ReNoir” e “God Hates Renoir”, os manifestantes liderados por Max Geller realizaram um ato em frente ao Museu de Belas Artes de Boston, nos Estados Unidos, exigindo que a instituição retire os quadros do pintor de exibição, incluindo a famosa “Dança em Bougival”, de 1883. “A decisão de pendurar um Renoir no Museu de Belas Artes quando existem literalmente obras-primas de verdadeiros mestres da arte armazenados no museu representa um ato de terrorismo estético”, acrescentou.

A revolta de Geller é tamanha, que ele criou uma conta no Instagram intitulada “Renoir Sucks at Painting” para compartilhar o trabalho do artista com críticas nos comentários, além de fotos suas gesticulando seu descontentamento em frente às obras do francês. De acordo com o criador, o movimento surgiu após uma visita do homem à Fundação Barnes, na Filadélfia, que abriga uma enorme coleção de pinturas do impressionista.

Manifestação realizada em frente ao Museu de Belas Artes de Boston (Reprodução / Instagram)

“Por que tantas pessoas acham que ele é bom? Você já olhou para as pinturas dele? Na vida real, as árvores são bonitas. Se você for levar o trabalho de Renoir em consideração, você acharia que elas são apenas uma coleção de rabiscos verdes”, afirmou Geller ao ser questionado pelo The Guardian sobre o seu enorme desgosto pela obra do impressionista.

A conta, que tem mais de 5 mil seguidores, acabou chamando a atenção da tataraneta do artista, Genevieve Renoir, que não gostou da crítica ao trabalho do seu antepassado. “Quando o seu tataravô pintar algo que valha US$ 78,1 milhões… Então você pode criticar. Enquanto isso, é seguro dizer que o livre mercado tem dito que Renoir não é um pintor terrível”, comentou em uma das postagens. Geller, que conseguiu um bom motivo para pôr mais lenha na fogueira, respondeu ao comentário da mulher, criticando o seu posicionamento de que o valor pago na obra influencia sua qualidade. “Eu acredito que este é um dos maiores absurdos e um dos argumentos mais insanos de todos, a ideia de que nós temos que aceitar que o livre mercado dite a qualidade.”

Geller mostrando o seu descontentamento em frente a um dos quadros de Renoir (Reprodução / Instagram)

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias