28.3 C
São Paulo

Índia quer alugar telhados para produzir energia solar

É Pop!

Com uma população de mais de 1,25 bilhão de pessoas, que deve se tornar a maior do mundo já em 2022, a Índia não possui grandes extensões de terra disponíveis para a construção de usinas solares. A solução encontrada foi utilizar o que o país tem de sobra: as casas de seus cidadãos comuns. A ideia é dar desconto na conta de luz das pessoas que cederem o espaço sobre suas habitações para a instalação de paineis solares.

Embora a população geral também possa se beneficiar, a medida tem como objetivo principal auxiliar grandes empresas que atualmente gastam muito com energia elétrica. A economia ainda deve ser sentida pelas companhias elétricas do país, que não precisarão arcar com os elevados custos para a construção de usinas solares do zero.

De acordo com os responsáveis pelo projeto, uma área de 8 metros quadrados gera cerca de 1 kW de energia, e seria preciso uma capacidade mínima de 30 kW para que a instalação fosse economicamente viável. O resultado da conta, 240 metros quadrados, pode parecer muito, mas é um espaço bem menor do que a área total por andar de diversos edifícios de apartamentos espalhados pela Índia. Edifícios governamentais, como hospitais e escolas, e prédios de escritórios também podem receber os paineis.

Enquanto o uso cada vez maior de energia limpa é tendência no mundo todo, a Índia em particular tem muito a se beneficiar com a iniciativa. Grandes cidades como a capital Nova Délhi sofrem frequentes quedas de energia há anos devido à crescente demanda, especialmente durante os meses mais quentes do ano.

Imagens: iStock

Tags

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias