15.2 C
São Paulo

Que tristeza: a dieta pode causar mau hálito!

É Pop!

Você tá toda empolgada em fazer a “dietinha para o verão” e escolhe uma do tipo bem rigorosa para emagrecer rápido, porém muito cuidado: você pode perder uns quilos e de quebra ganhar um grande mau hálito! Aí não, hein? Segundo o Dr. Alênio Calil, diretor do CETH (Centro de Excelência no Diagnóstico e Tratamento da Halitose), o mau hálito surge quando os triglicerídios (gorduras) começam a ser utilizados para a produção de energia: “a partir daí, surgem os ácidos graxos que durante as trocas gasosas em nível pulmonar, escapam, comprometendo a qualidade do hálito, já que possuem odor desagradável”, explica o Dr. Alênio. O mau hálito também pode ser causado pelo uso de remédios para emagrecimento. Os medicamentos produzem alterações na composição da saliva, bem como na sua quantidade. Remédios? Faça como Ivete! De acordo com o especialista, a redução do fluxo salivar facilita o aumento da descamação da mucosa bucal e o acúmulo de bactérias no dorso na língua, formando uma camada amarela esbranquiçada também conhecida como saburra lingual (principal causadora de mau hálito). Para evitar os odores desagradáveis, Dr. Alênio recomenda que uma pessoa que está em dieta em evite os seguintes alimentos: carne vermelha, queijo, alho, cebola, azeitonas, ovos, alimentos condimentados, maionese, chocolate, leite, manteiga, creme de leite, salame, presunto, mortadela, repolho, sardinha, alcachofra, couve-flor e brócolis.

Cuidado com alimentos que produzem gases.

E claro, você já sabe, mas não custa lembrar que é muito bom evitar os medicamentos para emagrecer e os jejuns prolongados.

Dieta? Temos sim!

Tags

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias