20.3 C
São Paulo

Cidade alemã proibiu cápsulas de café em departamentos públicos

É Pop!

sustentabilidade-cidade-alema-proibiu-capsulas-de-cafe-em-departamentos-publicos

 

De acordo com estatísticas recentes, se você recolher todas as cápsulas de café vendidas em um ano teria o suficiente para fazer a circunferência da Terra até 12 vezes. Estes pequenos copos são feitos de uma mistura de plástico e alumínio, o que significa que a maioria das usinas de reciclagem encontra sérias dificuldades para reciclá-las corretamente. Elas tem se tornado uma tendência bastante prejudicial para o meio ambiente, e é por isso que a cidade alemã de Hamburgo se tornou a primeira do mundo a proibir o produto em todas as suas repartições públicas.

“São 6g de café em 3g de embalagem. Aqui em Hamburgo, nós pensamos que isso não deveria ser comprado com o dinheiro que as pessoas pagam de impostos”, disse Jan Dube, porta-voz do Departamento de Meio Ambiente e Energia de Hamburgo, em entrevista à BBC. Para o governo, o produto representa um dos maiores exemplos do consumo de recursos e geração de resíduos desnecessários.

A medida foi anunciada no manual “Guide to Green Procurement”, que apresenta novos princípios a serem incorporados pelos órgãos governamentais da cidade. A ideia principal do projeto é banir a compra com dinheiro público de produtos poluentes. Além da capsula de café, também foram incluídas algumas embalagens de água, purificadores de plástico, produtos de limpeza à base de cloro e pratos e talheres de plástico.

Segundo uma pesquisa realizada pela empresa de consultoria Product Audit, no Brasil, a importação de máquinas que oferecem dosas únicas de café cresceu 185% nos últimos cinco anos. Atualmente, o produto ocupa 30,9% do mercado nacional de máquinas de café.

Tags

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias