20.1 C
São Paulo

“Dismaland”, de Banksy, virará abrigo de refugiados na França

É Pop!

Após cinco semanas aberto no resort de Weston-super-Mare, à beira-mar, em Somerset, na Inglaterra, o parque temporário “Dismaland“, organizado pelo artista urbano Banksy, que mostra o lado negro do capitalismo simbolizado pelo desmantelamento da Disneyland, será desmontado e enviado para Calais, na França. De acordo com um comunicado do enigmático criador, os portões da exposição, encerrada às 10 horas do domingo, 27, e os materiais utilizados na construção serão enviados para ajudar os refugiados de guerra que buscam abrigo na Europa.

O anúncio improvisado, postado no site, mostra a imagem do castelo da Cinderella, símbolo do parque, sobreposta aos campos de refugiados de Calais com os dizeres: “Em breve… ‘Dismaland’ Calais. Toda a madeira e mobília de ‘Dismaland’ será enviada para a ‘selva’ do campo de refugiados perto de Calais para construir abrigos. Não há ingressos disponíveis online.”

Apesar da boa causa, a notícia decepciona muita gente que tinha esperança de ainda conseguir visitar a exposição, que não foi prorrogada. Os ingressos do parque estavam em alta e fizeram o site da atração quebrar com o acesso maciço de quase 6 milhões de pessoas na esperança de conseguir um bilhete. No entanto, a notícia é reconfortante para os quase 5 mil refugiados da Síria, da Líbia e da Eritreia que estão sem casa e acampam ao redor da cidade portuária francesa. Após o fechamento repentino, o processo para desmontar e enviar “Dismaland” para Calais deve levar até três semanas.

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias