19.8 C
São Paulo

Crise hídrica mundial é ainda mais grave do que se pensava

É Pop!

Um novo estudo realizado na Universidade de Twente, na Holanda, mostrou que cerca de 4 bilhões de pessoas no mundo sofrem por conta da escassez de água. O que significa que o problema mundial de abastecimento é muito mais grave do que se imaginava. A análise foi baseada em dados recolhidos entre 1996 e 2005, e revela que cerca de dois terços da população do planta enfrenta graves crises hídricas durante pelo menos um mês a cada ano.

De acordo com pesquisa, cerca de dois terços da população do planeta enfrenta problemas com escassez de água. (Foto: iStock)

Segundo o professor Arjen Hoekstra, que liderou o estudo, a falta de abastecimento pode ser considerado o principal problema diante de todas as preocupações ambientais que a população mundial enfrenta atualmente.

De acordo com a pesquisa, China e Índia são os países mais afetados por pelas crises hídricas mais graves do mundo. Outras áreas fortemente impactadas pelo problema incluem Bangladesh, México, Nigéria e Paquistão.

Para os ambientalistas, esta análise representa um bom argumento para convencer as grandes corporações sobre a importância da redução do consumo de água e o uso consciente deste recurso.

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias