20.6 C
São Paulo

Roteirista de “Milk” rebate Sam Smith no Twitter

É Pop!

3Roteirista-de-“Milk”-rebate-afirmação-de-Sam-Smith-no-Twitter

 

A categoria de melhor canção original do Oscar 2016 está dando o que falar. Após a polêmica vitória do britânico Sam Smith contra, entre outros, a cantora Lady Gaga, que fez o mundo se emocionar com a apresentação ao vivo na cerimônia, o discurso de agradecimento do artista está sendo contestado. Ao receber a estatueta pela música “Writing’s On The Wall”, do mais recente filme do espião 007, Sam dedicou o prêmio à comunidade LGBT do mundo:

Eu estou aqui como um orgulhoso homem gay e eu espero que um dia nós todos possamos ser iguais.

Sam Smith e Jimmy Napes exibem a estatueta que conquistaram na noite do domingo (28).

Até aí tudo bem. O problema foi na entrevista coletiva após o evento, quando o cantor voltou ao tópico e comentou que era o primeiro homossexual assumido a conquistar um Oscar. Na sequência, uma jornalista o alertou que na verdade isso já havia acontecido antes. “Droga! Quem foi?”, perguntou. O vídeo não capta a resposta, mas a honra coube ao roteirista Dustin Lance Black, que levou uma estatueta em 2009 por “Milk: A Voz da Igualdade”. “Quem?”, questionou Sam novamente. “Eu… eu deveria conhecê-lo, né? A gente devia namorar”, completou.

O próprio Dustin não gostou nada da declaração do cantor e usou o perfil pessoal no Twitter para não apenas relembrar a todos sobre a vitória dele como também para pedir que Sam pare de mandar mensagens para o noivo dele, o saltador Tom Daley!

Em resposta, Sam argumentou que o objetivo dele nunca foi se vangloriar por ser o primeiro gay a ganhar o Oscar. “O ponto era ressaltar a comunidade LGBT que eu tanto amo. Desculpe pela confusão, Justin, eu terei a certeza de conferir os seus filmes agora. Parabéns atrasado pelo Oscar”, escreveu, também via Twitter.

Imagens: Getty Images

Tags

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias