16.7 C
São Paulo

Rupert Grint: beijar Emma Watson foi “surreal”

É Pop!

Rupert Grint e Emma Watson, que interpretaram um dos casais mais amados da literatura e do cinema, fora das telas são grandes amigos, uma vez que cresceram juntos ao longo dos oito filmes da saga “Harry Potter”. Devido a isso, gravar a cena em que Rony Weasley e Hermione Granger se beijam foi um tanto desconfortável para ambos os atores. Grint, em entrevista à People, disse que beijar a colega foi “surreal”, e assumiu nunca ter assistido a cena novamente.

A dupla, devido aos longos anos de convivência, criou uma relação quase fraternal (Reprodução).

O momento, tão esperado pelos fãs, aconteceu em “Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2”, último filme da franquia. “Eu conheço Emma desde que ela tinha nove anos de idade, e nós temos essa relação de irmão e irmã”, explicou o ator, atualmente com 27 anos. “E foi muito surreal. Eu tenho uma lembrança do rosto dela chegando mais e mais perto. Eu não consigo lembrar realmente de nada depois disso.” Perguntado se faria algo diferente em cena, Rupert respondeu que “um take foi o suficiente”, contando, ainda, que havia muita pressão no momento, devido à grandeza e às expectativas em relação à cena.

Em 2011, Emma já havia declarado que gravar esse momento foi um tanto difícil, justamente pelo fato de que ela e Grint são amigos há muito tempo, o que criou na dupla um vínculo quase fraternal. A atriz disse o mesmo a respeito de Daniel Racfliffe, intérprete de Harry, que também precisou beijar no filme anterior.

comente
- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias