16.7 C
São Paulo

Música e futebol: uma combinação muito brasileira!

É Pop!

Apesar do Brasil não ter tido um bom desempenho em seu último jogo, que aconteceu na última terça-feira (17/06) contra o México, já é oficial que esta é a Copa da zoeira. O clima de festa se instaurou no país e toda festa deve ser embalada por boas músicas, não é mesmo? Quem nunca se pegou sonhando em ser um jogador de futebol com o Skank ou pensou que se fosse o Pelé, talvez até pudesse tomar um café com a galera do Pato Fu?

A essa hora, pode ser que você esteja mentalizando mais uma série de músicas sobre o esporte, afinal, ele está muito incorporado em nossa cultura e nossos músicos sabem muito bem como prestigiá-lo. Agora, antes que você pense em me xingar por ter te deixado com duas (ótimas) músicas sendo reproduzidas ad infinitum na sua cabeça, selecionei mais algumas que tratam do mesmo tema e nem sempre são lembradas!

“Aqui É o País do Futebol” – Elis Regina

Começamos com uma das melhores intérpretes que o Brasil já conheceu, Elis Regina, que dá vida à música de Milton Nascimento. “Aqui É o País do Futebol” fala sobre a concentração do torcedor durante os 90 minutos de jogo, que o faz esquecer de problemas e se preocupe apenas com o que está rolando no campo.

Além disso, esta música, que foi lançada no álbum póstumo “Trem Azul”, em 1982, também representa muito bem como têm ficado as em dias de jogo da seleção: “Brasil está vazio na tarde de domingo, né?”.

“O Futebol” – Chico Buarque

Continuando com mais um clássico da música brasileira e honrando nosso aniversariante do dia, agora temos uma daquelas belas letras de Chico que poderiam facilmente passar por poesia, mesmo que ele próprio recuse o rótulo de poeta.

Em seu álbum homônimo, de 1989, Chico Buarque lançou “O Futebol”, que nos traz um bom mantra para o jogo de segunda-feira (23/06), contra Camarões: “um chute a gol com a precisão de flecha (…) e a emoção da ideia quando ginga”.

“Futebol da Bicharada” – Rolando Boldrin

Uma das coisas mais legais sobre o Brasil é que a Copa coincide com as festividades juninas. Então, entre gols, pés-de-moleque e quentões, nós também ouvimos muita música típica. Considerando esse fato, um bom representante da música sertaneja não podia ficar de fora!

Rolando Boldrin é um excelente contador de causos e um violeiro ainda melhor. Em “Futebol da Bicharada”, ele nos relata uma emocionante partida entre o time “quebra-dedo” e o “pé-rapado”, detalhando até a formação de cada um. O problema é que o jogo termina em uma confusão enorme! #PazNosEstádios

“E Por Falar No Rei Pelé…” – Gonzaguinha

Agora a nossa seleção entra em um viés um pouco menos festivo e mais crítico, porque é sempre bom lembrar que, apesar do ótimo clima de confraternização que a Copa tem nos proporcionado, o Brasil continua vivendo um momento de efervescência política e de demandas sociais. Além da sua inquestionável qualidade musical, Gonzaguinha é conhecido por ter sido um dos artistas que se posicionaram rigidamente contra a ditadura brasileira.

A canção “E Por Falar No Rei Pelé…”, lançada no disco “Recado”, em 1978, fala abertamente sobre a luta do povo brasileiro, que se submete à múltiplas jornadas de trabalho, por uma vida mais digna, sendo que muitas vezes não é recompensado por isso. Aqui, Gonzaguinha reconheceu essa batalha e conferiu ao povo o status de craques.

“Novos Baianos F.C.” – Novos Baianos

Para aliviar um pouco do peso de “E Por Falar No Rei Pelé…”, finalizo nossa playlist de hoje com toda a animação desses baianos, que também tiveram envolvimento político e foram de grande importância para o movimento de inovação musical do Brasil no final da década de 1960, tendo sido fortemente influenciados pela Tropicália.

O álbum “Novos Baianos F.C.”, de 1973, é um dos melhores da música brasileira e merece ser ouvido por completo, mas os destaques ficam para as músicas “Só Se Não For Brasileiro Nessa Hora”, que fala sobre a pelada de rua, e “Vagabundo Não É Fácil”, que dá um sacode ao lembrar que nem tudo na vida é futebol.

Embora nem todas as dez músicas do disco falem diretamente sobre o esporte, o “Novos Baianos F.C.” se relaciona com o futebol desde seu título até seus bastidores, uma vez que, no momento em que foi lançado, os Novos Baianos estavam morando em um sítio em Jacarepaguá, onde tudo era música e futebol.

Depois de relembrar esses clássicos da nossa música, também é uma boa ideia receber os amigos em grande estilo para a torcida, mas nunca se esqueça da trilha sonora!

Tags

comente
Ler a próxima matéria

"Teletubbies" retornam a TV com 60 novos episódios

- Advertisement -spot_img

Leia também

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias