Adolescentes dos EUA descobrem Anitta

O canal norte-americano do YouTube Fine Brothers Entertainment já produziu diversos vídeos com o objetivo de verificar como crianças, adolescents ou idosos reagem a algo ou alguém em específico. A escolhida da vez foi a artista brasileira Anitta, de quem nenhum dos participantes tinha ouvido falar antes. Descobrir o que os jovens de outro país pensam da maior cantora do Brasil no momento pode ser bem curioso:

A maioria dos teens chama a atenção para o bumbum da cantora, que de fato fica bem em evidência no clipe de “Bang”. “Gosto do estilo do vídeo, como se fosse história em quadrinhos e a bunda dela estivesse combatendo o crime”, observa Eric, de 18 anos. Já Alix, de 19, se mostrou a maior crítica da canção, e por consequência de toda a cultura pop produzida em 2016: “Aonde esse mundo chegou? Eu odeio os dias de hoje, odeio!”, dramatiza.

As reações ao mais recente clipe de “Essa Mina É Louca”, com a participação de Jhama no vocal e da atriz Isis Valverde na atuação, foram tão intensas quanto. “Uhh, olha a amante chegando!”, surpreende-se Alberto, 17 anos. “Parece o início de um vídeo pornô”, admite Carlos, quando as duas amarram o cantor no fim do vídeo e se beijam.

Os adolescentes norte-americanos podem não morrer de amores pela Anitta, mas os 100 milhões de views do vídeo de “Bang” alcançados em apenas três meses mostram que alguma coisa certa a artista está fazendo.

Imagens: Reprodução/YouTube

comente

Antiga casa de Jimi Hendrix vai se tornar atração turística

famosos-conheça-projeto-que-irá-transformar-Antiga-casa-de-Jimi-Hendrix-em-atração-turística

 

A partir do dia 11 de fevereiro, a antiga moradia de Jimi Hendrix, em Londres, vai estar aberta para visitação. O imóvel chegou a ser considerado pelo guitarrista “o único lar que teve”. Localizada no número 23 da Brook Street, a residência marcou a vida do astro ao lado da então namorada, Kathy Etchingham, além de também ter sido o local onde compôs grande parte de suas músicas e concedeu diversas entrevistas que marcaram sua carreira. Agora, depois de ter sido restaurada e ornada com acessórios, telas e referências à obra do artista, a estrutura passará a ser um museu permanente.

O imóvel da Brook Street, onde o museu será inaugurado. (Foto: Divulgação)

Hendrix começou a morar na capital inglesa em 1966, depois de ter lançado seus dois primeiros singles, “Hey Joe” (1966) e “Purple Haze” (1967), e do lançamento do álbum de estreia, “Hendrix Experience, Are You Experienced?” (1967). Mas ele só se mudou para a Brook Street após ter passado alguns anos dividido entre turnês nos Estados Unidos e sessões de estúdio para a gravação do segundo disco, “Axis: Bold as Love” (1968).

O endereço ficou reconhecido mundialmente como residência oficial do guitarrista norte-americano, e possui cômodos que os fãs desejam visitar há anos. O antigo lar de Hendrix foi reconstruído para ter a mesma aparência de quando o astro morava lá.

Uma das curiosidades da casa é que no apartamento ao lado fica a antiga residência do músico clássico Georg Friedrich Handel, que morou no número 23 durante o século 18. O imóvel também foi transformado em museu, e está em funcionamento desde 2001.

comente
Ler a próxima matéria

Marcello Quintanilha vence prêmio no Festival Angoulême

Adele é a grande vencedora do BRIT Awards 2016

Brit Awards 2016 - Winners Room

 

Se alguém ainda precisava de mais argumentos para confirmar que Adele é o grande nome da música britânica atual, a cerimônia dos BRIT Awards não deixou dúvidas. A artista foi a grande vencedora da noite e levou os quatro prêmios para os quais tinha sido indicada, incluindo melhor single e álbum do Reino Unido, com “Hello” e “25”, respectivamente. Adele ainda cantou “When We Were Young” durante o evento, desta vez sem os problemas que a atrapalharam no Grammy:

Quem também se apresentou – com direito a labaredas de fogo em pleno palco – foi o canadense Justin Bieber, vencedor da categoria de artista estrangeiro. A versão feminina do prêmio ficou com a islandesa Björk. O jovem local James Bay levou a categoria de artista britânico.

O hit do momento “Work”, de Rihanna feat. Drake, não foi lançado a tempo de ter sido incluído entre os indicados, mas nem por isso a canção ficou de fora da festa:

Confira a lista completa dos vencedores do Brit Award 2016:

Artista Solo Feminina Britânica
Adele
Amy Winehouse
Florence + the Machine
Jess Glynne
Laura Marling

Artista Solo Masculino Britânico
Aphex Twin
Calvin Harris
James Bay
Jamie XX
Mark Ronson

Grupo Britânico
Blur
Coldplay
Foals
One Direction
Years & Years

Vídeo do Ano de Artista Britânico
“Hello” – Adele
“How Deep Is Your Love (Feat. Disciples)” – Calvin Harris
“Photograph” – Ed Sheeran
“Love Me Like You Do” – Ellie Goulding
“Flashlight” – Jessie J
“Black Magic” – Little Mix
“Runnin’ (Lose It All) (Feat. Beyoncé, Arrow Benjamin)” – Naughty Boy
“Drag Me Down” – One Direction
“Writing’s On The Wall” – Sam Smith
“King” – Years & Years

A boy band One Direction levou o prêmio de vídeo do ano com “Drag Me Down”.

Single Britânico do Ano
“Hello” – Adele
“How Deep Is Your Love (Feat. Disciples)” – Calvin Harris
“Bloodstream” – Ed Sheeran
“Love Me Like You Do” – Ellie Goulding
“Hold Back The River” – James Bay
“Hold My Hand” – Jess Glynne
“Black Magic” – Little Mix
“Up (Feat. Demi Lovato)” – Olly Murs
“Wish You Were Mine” – Philip George
“King” – Years & Years

Álbum Britânico do Ano
Adele – “25”
Coldplay – “A Head Full of Dreams”
Florence + the Machine – “How Big, How Blue, How Beautiful”
James Bay – “Chaos and the Calm”
Jamie XX – “In Colour”

Artista Revelação Britânico
Catfish and the Bottlemen
James Bay
Jess Glynne
Wolf Alice
Years & Years

Artista Masculino Internacional
Drake
Father John Misty
Justin Bieber
Kendrick Lamar
The Weeknd

Tanto James Bay (à esq.) quanto Justin Bieber (à dir.) saíram vencedores da noite.

Artista Feminina Internacional
Ariana Grande
Björk
Courtney Barnett
Lana Del Rey
Meghan Trainor

Grupo Internacional
Alabama Shakes
Eagles of Death Metal
Major Lazer
Tame Impala
U2

Produtor Britânico do Ano
Charlie Andrew
Mark Ronson
Mike Crossey
Tom Dalgety

Sucesso Global BRITs
Adele

Prêmio Ícone BRITs
David Bowie

Imagens: Getty Images

comente

Adele está impressionada com novas canções de Justin Bieber

Assim como todos nós, a diva pop Adele está curtindo muito as mais recentes músicas de Justin Bieber. A dona dos hits “Hello” e “When We Were Young” teceu elogios à voz por trás de “Sorry” e “Love Yourself” no meio de um show da turnê “25” na Inglaterra. Uma das características da cantora nas apresentações ao vivo é interagir com a plateia, o que resulta em conversas novas e declarações inéditas a cada noite.

Eu amo Justin Bieber. Eu me tornei uma verdadeira fã do Justin Bieber com esse álbum [Purpose]

Durante o trecho do bate-papo em que fala sobre Bieber, Adele ainda faz um elogio à aparência do rapaz: “Ele se transformou em um homem e tanto, né?”, disse, bem-humorada. A cantora está atualmente em turnê pela Europa com seu mais recente disco.

Em um concerto na O2 Arena, em Londres, Adele se emocionou ao cantar “Make You Feel My Love”, de Bob Dylan, em homenagem às vítimas dos atentados na Bélgica, que mataram ao menos 34 pessoas e deixaram centenas de feridos em Bruxelas, na terça-feira (22).

comente
Ler a próxima matéria

Fifa quer acabar com a homofobia nas torcidas de futebol

Adele confirma pausa na carreira após fim de turnê

1Noel Gallegher não gosta das músicas de Adele

 

Os boatos foram reiterados pela própria cantora. Após rumores de que Adele tiraria mais um tempo de folga da carreira musical depois do fim da atual turnê do álbum “25”, a britânica tocou no assunto no meio de uma apresentação em Londres, Reino Unido. Antes de cantar o hit “When We Were Young”, ela confirmou a história de que não fará mais shows nem lançará novas músicas pelos próximos anos, tempo que Adele dedicará para ficar mais com a família e com o filho Angelo, de 3 anos:

Estou ficando emocionada, porque talvez eu nunca mais cante aqui. Vou desaparecer por mais alguns anos e fico preocupada que, quando voltar, vocês não vão ligar mais para mim. Esta vida é incrível, mas não é a vida real.

A artista conta com três álbuns de estúdio, e o título de cada um coincide com a idade que Adele tinha quando começou a gravá-lo: “19”, “21” e “25”. Como se vê, a artista já havia parado por quatro anos antes de lançar o mais recente disco. Em entrevista ao apresentador James Corden, em um quadro “Carpool Karaoke”, a inglesa revelou que seu próximo CD não seguirá essa lógica da idade.

Não sabemos até quando Adele ficará longe dos holofotes, mas com certeza seus fãs sentirão muitas saudades dela!

comente